terça-feira, 12 de outubro de 2010

domingo, 21 de fevereiro de 2010

NOITE FRIA

Nesta linda noite fria

De inverno que se cria

Sinto Minhas mãos frias

Ao pegar uma caneta que cria

Lindos Versos em forma de Poesia;

Ponho minha mente em ação

Para ver se acho uma razão

De escrever algo que fale

Lá dentro do coração

Sinto meu rosto mais frio

Ao entrar desta noite cor de anil

E continuo escrevendo sem sentir calafrio

Onde fico pensando se alguém já se descobriu;

Também começo a pensar se alguém ja sorriu

Em ver que em outro ser

Que não tinha nem o que escrever

Pensou e agiu, tão logo que se descobriu;

"E hoje apenas independentemente do frio

que tudo aconteceu, pelo simples passar deslizante

da caneta nesta folha de papel pode criar linda Poesia".

quarta-feira, 30 de dezembro de 2009

FELIZ 2010...

FELIZ 2010, PARA TODOS...